Timbé do Sul

O ecoturismo é o maior atrativo da cidade, Festival Sul Brasileiro de Voo Livre, para os amantes do esporte .
De colonização italiana, a cidade é conhecida por receber, periodicamente, várias edições de festivais de vôo livre tendo a Serra da Rocinha como local dos saltos e o Poço do Caixão como sede dos eventos. Faz divisa com o Rio Grande do Sul com a cidade de São José dos Ausentes, e no território catarinense, faz divisa com Turvo. Cidade bem fria no inverno e quente no verão. Na primavera e outono, temperatura agradável. Municípios limites: Morro Grande, Turvo, Jacinto Machado, Cambará do Sul e São José dos Ausentes. A base da economia do município é a agricultura e contém no cultivo de Fumo(tabaco) e granjas de arroz. A colonização de Timbé do Sul ocorreu, com incentivo do Governo Federal. A ocupação das terras cedidas aos imigrantes foi planejada, com fornecimento de sementes, ferramentas e alimentos até a primeira colheita. Hoje, a cidade comemora o sucesso do Festival Sul brasileiro de Vôo Livre, o que dobra a população do município. A festa tem como marco de saída uma rampa na Serra Geral (divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul) e o pouso são feito no Poço do Caixão, próximo à piscina natural formada pelo Rio Serra Velha. O turismo ecológico desponta como nova alternativa econômica, graças às belezas naturais da região. Praias de rio, trilhas, a represa do Rio Rocinha, cachoeiras e furnas são atrativos o ano inteiro.

Melhor Época:Verão e Primavera
Lugares mais visitados: Cascata Buraco do Padre, Rio Serra Velha, Poço do Caixão, Serra da Rocinha, Cachoeira da Cortina

Timbé do Sul

Ecoturismo e Cachoeiras

Nenhuma viagem encontrada com esses critérios

Fale conosco via WhatsApp